©2000; CONATEL                         Contato | Fórum | Chat
Desde 25 de Setembro de 1992
» Inicial
Poder
» Tutela
» Coroa
» Governo
» Parlamento
» Defesa
Política
» Leis
» Partidos
» Diplomacia
Nação
» História
» Cultura
» Território
» Economia
» Instituições
» Símbolos
Serviços
» Eventos
» Notícias
» Real Aduana
» Ficha de Almanaque
» Tira Dúvidas
Créditos
» Créditos do Site

PORTO CLARO FECHOU DEPOIS DE DEZ ANOS!

Porto Claro, que foi fundada em 25 de setembro de 1992 e foi a
micronação pioneira na América Latina, encerrou suas atividades após 10 anos de simulação.

SALVE!
Seja bem-vindo ao site oficial de PORTO CLARO, um país fictício, micronação número um da América Latina. Somos a mais antiga simulação de país já registrada no continente. Porto Claro foi uma comunidade de pessoas que agiam como verdadeiros cidadãos de um país-maquete: tinha tudo que um país convencional possui, porém em escala menor e mais simplificada.

 
 
O que é Porto Claro? Onde fica Porto Claro?

Porto Claro é um país fictício, inventado. É um passatempo nerd, uma ego-trip de seu criador. De 1992 a 2002, foi uma micronação, ou seja, uma simulação de país. Assim como simulações de empresas, aviões e sociedades secretas, há simulações de países. Uma micronação não é um jogo, porque não tem regras definidas. Mas é um hobby. Também não é uma tentativa de declarar independência de nenhum país: é apenas uma simulação com objetivo de simplesmente divertir.

Porto Claro se localiza, em teoria, na Guiana Francesa, perto da fronteira com o Brasil, num lugar chamado Pointe Béhague, que existe mesmo. Embora nenhum de nós esteja lá realmente, nós simulamos a povoação do território. De sua colonização franco-portuguesa formou-se uma cultura bilíngüe e uma sociedade aristocrática-elitista. Porto Claro é a micronação mais antiga da América Latina, e seus valores culturais se inserem no contexto latino-americano.

 
Como surgiu Porto Claro? Quem manda em Porto Claro?

A idéia e a execução partiram de Pedro Aguiar, em setembro de 1992. Tudo que há no nosso Estado surgiu da cabeça deste estudante nerd carioca, morador de Laranjeiras. Foi a partir de Porto Claro que surgiram todas as demais micronações formadas por brasileiros (pois é, hoje existem cerca de 600 malucos com seus países inventados). Porto Claro não usava a Internet até 1996, quando inauguramos nosso website e  passamos a aceitar cidadãos que se falassem via correio eletrônico, até fecharmos em 2002.

O sistema de governo de Porto Claro era a monarquia parlamentarista. O Povo Portoclarense estava exausto de república. A economia era socialista. O Povo Portoclarense também estava exausto de capitalismo. Mas Porto Claro é uma monarquia de regime misto: o Rei mantém seus poderes protocolares, mas o poder é dividido entre um Presidente-Regente eleito pelo Povo e um Primeiro-Ministro indicado pelo partido com maioria no Senado. Acima de todos, porém, está o Tutor, que é o dono do País.

 
O Rei Atual
Sua Majestade Real, o Rei João II, da Casa de Abreu, é o atual monarca de Porto Claro, chefe de Estado e comandante supremo das Forças Armadas.
Aviso de Esclarecimento

Há algum tempo, soubemos que havia um grupo de impostores criando uma nova micronação chamada "República de Porto Claro", copiando nossa bandeira, nosso território e nossa história pré-fundação. Pelo que sabemos, é uma tentativa de ex-cidadãos portoclarenses, membros de facções derrotadas na Revolução, de seguirem com seus projetos, mas usando o nome e o território de Porto Claro como se fossem eles que tivessem fundado a Nação. As informações que nos chegam é que tal tentativa já frustrou e não existe mais. Sabemos, porém, que eles possuíam uma sociedade bem-estruturada, de fato, uma população maior do que a nossa (se bem que não é nosso interesse inchar de habitantes) e um sistema federativo. Contudo, eles não são e nunca foram a verdadeira Porto Claro. Só existe uma PC --- que é esta aqui desta página --- criada e apoiada por Pedro Aguiar e sendo uma monarquia aristocrática desde o seu nascimento. Depois que PC deixou de ser uma micronação, a "República de Porto Claro" passou a ser de fato a única postulante ao território e ao nome de PC entre as micronações. No entanto, eles sabem que não têm nossa autorização e que o uso que eles fazem do território e da obra de ficção criada por Pedro Aguiar não tem nada a ver com a verdadeira PC.

Não aceite imitações: esta é a única Porto Claro!

Hosting by WebRing.